terça-feira, 26 de julho de 2011

Dubiedades

Eis o meu projeto,
Para  ressuscitar
Em cada hipotética punição:
Pegadas evidentes,
A pele, 
A brasa,
O carvão
Crítica estigmatização,
Flagelo de purificação,
Minhas novas últimas palavras
(Parafraseando Leary): "Por que não ?"

Lindo sonho delirante
Auto-flagelação,
Ferimentos sem pressa,
Matar esperanças,
Despedaçar promessas,
Juras..

Pensamento nocivo,
Pigarro agressivo,
E  conhecendo suas curas,
Prefiro permanecer adoecido.

Cerceamento de sinceridades,
Eu, me impondo penalidades.

Meus momentos,
Ferimentos,
Resignados castigos

2 comentários:

  1. Leary é incrível com certeza! "Por que não?" é a última frase dele no "Projeto para morrer" né? Achei isso fantástico.. todo aquele discurso do cara de encarar a morte assim como encaramos a vida, como uma aventura. Tenho pensado muito nisso nesses últimos dias. Tô lendo "Experiência Psicodélica".

    ResponderExcluir
  2. Ahh.. ia me esquecendo, não sou da lua não, moro numa estrela, em Sirius! asuahsuahs, brincadeiras a parte, sou de Fortaleza :)

    ResponderExcluir