sábado, 19 de maio de 2012

É tarde!

Sempre é tarde
Enquanto meu peito arde,
De se doar,
Doer
Voar.

Decidir
Cindir,
Se dar,
Em si,

Sou
Ou
És isto?

Jogo ar
Aos vícios,
Toxicidade aos precipícios,
Intocáveis cidades que são,
Em seus fins, buscando meios, sem seus inícios.

Arde mais,
Em tudo que é menos, faz,
Meu olhar desfocar,
Sufocar um íntimo incapaz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário