terça-feira, 23 de agosto de 2011

Desafio V: Máscara

A mente manifesta,
A máscara infesta,
A mente brilha, evidencia, sábia, livre, culta.
A máscara humilha, vicia, pedante e aprisionada, oculta.

Reconheça: não há ilusão,
Que esconda com a mão,
A boca que rumina,
Masca teu verbo ácido,
Querendo acordo tácito,
Legitimando a opressão.

Você me quer
Tendo como centro do mundo
Teu próprio ego,
Morbidez,
Olhar cego,
Rigidez

Mortificante ferimento,
Da pele contra o prego
E pregação

Mofino experimento,
Ao qual reajo
Com a incisiva negação.

É minha vez,
Lamento,
De gritar por reação:

Em alto e bom som, digo:
Sou a lucidez do perigo,

Teu amor, meu inimigo,

E você, sendo tudo o que o Belo não fez,
Só pode estar,
No perigo por trás da lucidez.

2 comentários:

  1. "Em alto e bom som, digo:
    Sou a lucidez do perigo,

    Teu amor, meu inimigo,

    E você, sendo tudo o que o Belo não fez,
    Só pode estar,
    No perigo por trás da lucidez."

    Você sempre arrebenta.

    ResponderExcluir
  2. vi hoje seu comentário no meu blog, rapaz.
    vim só pra agradecer e não me decepcionei, você escreve bem. um abraço.

    - Lucas C.

    ResponderExcluir