quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Desafio II: Memória

Amnésia, por ele sempre temida,
A tal ponto de lhe fazer lembrar-se,
De qualquer época, mesmo não vivida.

O medo do esquecimento
Marcando sua existência,
Por isso, para todos,
Ele endereçava uma reverência,

E dedicava, com glória,
Quando alguém nele despertava
(E dignava)
Uma memória.

Já que só ela superava
A física permanência transcorrida,
Então, propagava,
Uma frase repetida:
"Recordação é vida".

Ao passado, ele chora,
O presente, enamora,
O futuro, ignora.

Já que para a sua crença,
Elaborou uma sentença:
-O por vir é só um permanente agora.

Nunca fez grandes coisas na verdade,
O que mais há em sua mente é a saudade.

Carrega um problema mal resolvido:
Não saber se foi querido,
Por quem o fez alcançar
O mais elevado e visceral estado de espírito sentido.

Reconhecer o afeto recebido,
É um irrealizável pedido?

2 comentários:

  1. Ah, vi o desafio agora.. voltaram as aulas na facul, ai fiquei um pouco sem tempo. No entanto, possivelmente amanhã verá a Adriana nostálgica :)
    O que 'cê faz da vida? o/

    ResponderExcluir
  2. Curso Física aqui na UFC :) Meu lance é a natureza, mas eu poderia estudar qualquer coisa.. . eu gosto de muita coisa mesmo, até cogitei cinema como opção tbm. Próximo tema: coragem.
    Besitos ;*

    ResponderExcluir