quarta-feira, 24 de abril de 2013

Penso, logo, Temo

Corrente de aço como razão de ser da sociedade:
Lógicas de dissensão e insaciedade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário