quinta-feira, 21 de março de 2013

Ester(id)ilidade.

Outono,
Bomba-Relógio detono,
Em golpe de estado arquitetado pela síncope,desmaio.

Destrono,
Fim de março,
Desde três verões atrás.esgarço,
Em troca do maio,
Esquizofrênico
Leque com o qual se abana o abandono.

Cada um sabe no que é farto,
Eu, lembranças de infarto,
Você, perspectivas de acalanto pós-parto,
Estimulando gestos e seu rosto de trejeito cênico.

Meu sangue sem pacto,
Puro dejeto,
Quer seu futuro materno, fato,
Como coagulado afeto.

Silenciosamente histriônico,
Abro assombrosa clareira,
Feita de abraços lacônicos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário