sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

"MadrugaDana"

Sou quem acorda aspirando forte o ar, 
Como se me salvasse pouco antes de afogar.

Lembro ter sonhado duas noites,
Uma com boa música, outra com amor.

E levantado sobressaltado,
Parecendo assustado
Por estalar de açoites.

Algo explica tal dissabor?





Nenhum comentário:

Postar um comentário