quinta-feira, 4 de abril de 2013

Irrefreável

Depois do segundo estopim,
Reconheço:
Ter saudades de algo assim,
Além de claro apreço.

Palavras, sangues, suores, lágrimas,
Águas,
Mágoas,
Humores,
Lamas dos mangues,
Vapores,

Incessantes fluxos,
Amores,
Temores,

A brasa,
Dores
Hipnóticas,
Interiores.

Também em mim:
Capazes de nos prender o ar,
E só soltar,
Depois do fim.




Um comentário:

  1. Que bonito, Rafael! Vc sempre captando bem meus dizeres. Obrigada por mais esta, amigo.
    Beijo grande!

    ResponderExcluir